Gamer Lifestyle

O blog do Fabão

  • Translator

    Portuguese flagItalian flagEnglish flagGerman flagFrench flagSpanish flagJapanese flag
  • Sobre o Gamer Lifestyle

    Este é um blog sobre o estilo de vida gamer, o estilo de quem compreende os jogos eletrônicos como forma de arte, cultura, negócio e entretenimento; o estilo de quem joga, mas sobretudo de quem pensa os jogos; o estilo de quem se assume gamer, e vê nisso não um escapismo, mas um complemento a todos os outros aspectos e aspirações de sua existência serenamente revolta. Espere tópicos filosóficos, amenidades, discussões, polêmicas, opinião, tudo isso junto e nada disso também. Enfim, viva o estilo de vida gamer e venha aqui debatê-lo.
  • Assine os feeds

  • Atualizações por e-mail

    Para receber atualizações direto no seu e-mail, clique aqui.
  • Anúncios

  • Novidades Play-Asia em Jogos

  • Novidades Play-Asia em Figures

  • Novidades Play-Asia em Livros

  • Pesquisa de produtos Play-Asia

Meme: As Mentes Criativas da Indústria

Posted by Fabão on 26th junho 2008

E se ele fosse game designer?

O Dori Prata lançou seu primeiro meme e já começou bem: com uma relação de game designers geniais. E que relação! Principalmente pela inclusão de Yu Suzuki, a quem devo centenas de horas tentando penetrar nas nuanças de Virtua Fighter e, acima de tudo, a experiência quase libertadora de Shenmue (onde está o terceiro jogo, Suzuki? Aliás, onde está você, cara?); e do magnânimo Fumito Ueda, um gênio colossal, sem sombra de dúvidas, e icônico também.

Como fui um dos convidados para levar a idéia adiante (valeu, Dori!), decidi elaborar, na primeira oportunidade, uma listinha de caras que admiro na indústria. Porém, resolvi deixar de fora as obviedades mais óbvias (desculpem o pleonasmo, foi só para inserir dois links mesmo >_< ) para privilegiar figuras menos citadas.

Antes de começar, gostaria de explicar algumas ausências em especial. Tive muita vontade de colocar na lista Tomohiro Nishikado, por respeito, Tohru Iwatani, por consideração, e Keita Takahashi, por agradecimento. Mas não consigo passar por cima do fato de que eles são One Hit Wonders. Nishikado desencanou mesmo, Iwatani ainda tentou algo com o obscuro Libble Rabble, sem sucesso, e Keita-san ainda pode emplacar outro sucesso com Nobi Nobi Boy. Outro: saca o Guchi? O Hironobu Sakaguchi? Então, até o incluiria na lista pelo conjunto da obra, mas deixá-lo-ei de fora por ultimamente ter sido tão arcaico quanto uso de mesóclise. Por fim, deu uma vontade de falar sobre o Yuji Naka, mas ponho em cheque o seu talento sem a parceria de Naoto Oshima, e também prefiro esperar que ele lance alguma coisa nova, já que não o fez desde que saiu da Sega em março de 2006 para fundar seu estúdio Prope.

Além das ausências voluntárias, há algumas que só vieram com muito pesar. Como eu queria uma lista com cinco designers (mais que isso e o texto ficaria grande demais – não que isso seja um problema, na verdade, mas estou sem tempo agora), tive que filtrar minha lista de mentes criativas. Por isso, embora eles não estejam abaixo, considere estas pessoas homenageadas: Toshihiro Nagoshi, o produtor de bronze, Atsushi Inaba, o produtor de platina (rá!), Shinji Mikami, outro platinado, e Yasumi Matsuno, o homem dos jogos minuciosos e maduros, detentor de dois 40/40 da Famitsu (o que, em si, não significaria muito) e o monstro mais f*d@ de FFXII.

Ah! Também não vão reclamar que a lista é por demais nipônica. Não consigo evitar :p . Para remediar, aproveito para repassar o meme para a equipe do Hadouken (e sei que o Mestre Barros fará merecida homenagem a um saudoso designer e engenheiro), para o Freeko Bueno, para o Guerreiro Guerra, para os manos do Blogeek, para o Renato “Watch” Pelizzari e para Marcel R. Goto, o de raciocínios fascinantes, em seu Lenda Urbana.

[ATUALIZAÇÃO:]
• A lista original do Dori Prata no Meio Bit Games.
• O Lucas Patrício deu a contribuição dele no GoLuck.
• O Bruno Julião fez belas homenagens no WiiReview.
• O Ryunoken também registrou seus tributos no WarpZona.
• Pedro “Jigu” Giglio teceu fascinante lista no Working Class Anti-Hero.
• Alexei Barros elaborou outra relação brilhante no Hadouken.
• O Rodrigo Flausino deu o ponto de vista game dev no… Rodrigo Flausino.

A seguir, a lista que elaborei brevemente, sem ordem de preferência, com as ressalvas já citadas, dos que considero os “Einsteins dos videogames”. Depois do “salto“.

Read the rest of this entry »

Post to Twitter Post to Plurk Post to Delicious Post to Digg Post to Facebook Post to Reddit Post to StumbleUpon

Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,
Posted in Arte, Indústria de games, Listas, Meme | 28 Comments »

Meme: Como é a sua mesa de trabalho?

Posted by Fabão on 7th junho 2008

Recentemente, adorei ficar de espectador curioso de um meme iniciado pela game dev Miwi: Como é o seu desktop? Agora, resolvi não apenas fazer parte de um novo meme, mas iniciá-lo, inspirado por um projeto legal que o Brian Crecente levou ao Kotaku um tempo atrás: “Work and Play: A Peek Inside the Lives of Gaming’s Greatest“. Foi uma coletânea responsa que o Crecente conseguiu agregar com fotos das mesas de trabalho e salas de jogos de pessoas da indústria de games.

Neste novo meme, a proposta é parte do que foi o trabalho do Kotaku: mostrar a sua mesa de trabalho, esteja ela em casa ou no trabalho mesmo, seja ela usada só para trabalho ou para lazer também. Obviamente, nem precisa ter itens relacionados a games, é só para examinar se tem fundamento a teoria de que a mesa de uma pessoa diz muito sobre ela. Para inaugurar, fotos da minha mesa do trampo (um pouco mais organizada que o de costume, para esta ocasião especial), logo após o “salto”…

Read the rest of this entry »

Post to Twitter Post to Plurk Post to Delicious Post to Digg Post to Facebook Post to Reddit Post to StumbleUpon

Tags: , , , , , , , , , , ,
Posted in Comportamento, Divagações, Meme, Miscelânea, Querido diário | 17 Comments »

Meme: Preservação da história do jornalismo de games no Brasil

Posted by Fabão on 27th maio 2008

Ao longo desse último final de semana começou, meio que sem querer, um meme internético que é fundamentalmente um serviço de utilidade pública: a preservação da história do jornalismo brasileiro de games. Foram reproduções, através de cópias digitais escaneadas, de textos publicados em revistas de games do passado (não tão distante). Seguem os exemplos que observei pela blogosfera:

Hadouken: publicou a análise de Soul Calibur do Dreamcast da Gamers 43. De quebra, a capa da revista e algumas páginas de previews e notícias.

Rodrigo Flausino: escaneou duas análises de Final Fantasy VIII publicadas na Gamers: da versão japonesa em quatro páginas na edição 38 e a da versão americana condensada em uma página da 44.

Molobakk: resgatou um detonado de 12 páginas da SuperGamePower…

Molobakk: … e também uma matéria de três páginas sobre o Dreamcast, por ocasião da revelação do console, da Gamers 31.

Blogeek: desenterrou o review de quatro páginas (cheias de spoilers!) da versão japonesa de Final Fantasy VII da Gamers 17. Bônus: a capa da revista.

Isso, claro, além da análise + detonado de Resident Evil do PS1 que publiquei aqui no Gamer Lifestyle. E o mestre Prandoni ainda levou a idéia além, garimpando o manual em português the A Lenda de Zelda: Um Elo com o Passado para Super NES e o manual em quadrinhos de Mônica no Castelo do Dragão para Master System. E ainda promete propagandas antigas de games. Não vejo a hora!

Não que não houvessem tentativas anteriores de resgatar revistas antigas ou mesmo matérias específicas, mas agora se delineia um plano para fazê-lo de forma consistente, sistemática e com o nobre propósito de preservar uma tradição. A mim agrada muito a perspectiva de ver um blog colaborativo ou um wiki com cópias digitais, integrais (não mais um pdf utilitarista da Gamers Book Nº 1 apenas com o detonado de Final Fantasy VII) e padronizadas de revistas de games que não estão mais em circulação e nem disponíveis em estoque nas suas respectivas editoras. Será que vai pra frente? Vamos ver.

Eu, particularmente, pretendo publicar, vez ou outra, um recorte temático da revista Gamers, bem como continuar reproduzindo textos mais recentes meus, tudo na seção Íntegras. Mas teria imenso prazer em contribuir com um projeto tão importante.

Post to Twitter Post to Plurk Post to Delicious Post to Digg Post to Facebook Post to Reddit Post to StumbleUpon

Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,
Posted in Divagações, Gamer Lifestyle, Internet, Jornalismo de games | 19 Comments »

 

Twitter links powered by Tweet This v1.6.1, a WordPress plugin for Twitter.